A NEUROARQUITETURA APLICADA A INSTITUIÇÕES DE LONGA PARMANÊNCIA PARA IDOSOS: ESTUDO DE CASO EM CHALÉ-MG

Lays Emerich de Oliveira Goulart

Resumo


Como resultado do aumento na expectativa de vida, o número de idosos cresce ano após ano no Brasil. Consequentemente, nota-se uma demanda maior pelas Instituições de Longa Permanência, popularmente conhecidas como “Asilos”. Logo, com base nas pesquisas de Neuroarquitetura, que é o estudo e a utilização estratégica do impacto do ambiente no comportamento das pessoas, o presente trabalho analisa de que maneira a arquitetura pode contribuir com as necessidades físicas e mentais dos idosos durante o envelhecimento. A pesquisa possui natureza qualitativa, na concepção das informações, lindando com análises de estudos bibliográficos e estudos de casos e foi realizado um estudo em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos na cidade de Chalé/MG. O resultado das pesquisas expôs inúmeros problemas decorrentes de falhas arquitetônicas que possibilitaram contribuir de uma forma geral para concepção e melhoria dos futuros projetos de arquitetura de Instituições de Longa Permanência para Idosos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.