A APLICABILIDADE DA CONSTELAÇÃO SISTÊMICA NO SISTEMA PENITENCIÁRIO

Paula Ester Pinheiro Genciano

Resumo


O presente trabalho tem como intuito principal abordar a origem da terapia denominada como Constelação Sistêmica Familiar, como surgiu o método, quem desenvolveu e quais são os benefícios da sua aplicação no sistema penitenciário brasileiro. Serão explicadas de forma breve algumas das teorias que serviram de base para a criação da Constelação Sistêmica. Será detalhado o surgimento do Direito Sistêmico e como está sendo sua introdução no judiciário pelo Juiz de Direito Sami Storch, tendo em vista a aplicação do método de constelação nas penitenciárias como forma de solucionar conflitos e reintegrar o apenado da sociedade e quais são os resultados obtidos através da utilização da Constelação Sistêmica Familiar e a Justiça Restaurativa. As metodologias adotadas para a realização do trabalho foram as de natureza qualitativa, quantitativa e pesquisas bibliográficas. Entende-se que as constelações sistêmicas familiar possuem um viés terapêutico e pacificador de conflitos, proporcionando uma abordagem mais humanizada do conflito e o restabelecimento dos vínculos afetivos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.