ESTUDO DE VARIÁVEIS QUE PERMEIAM O AMBIENTE DE TRABALHO DE UMA FÁBRICA DE EMBALAGENS E SEUS IMPACTOS NA PRODUTIVIDADE

Priscila Morais da Silva

Resumo


Os avanços tecnológicos e os cenários altamente competitivos em que estão inseridas as empresas, tem obrigado as organizações a se reestruturarem internamente para se manterem no mercado, muitas empresas tem mudado seus antigos paradigmas de gestão, buscando uma gestão mais humanizada a qual preza pela qualidade de vida de seus colaboradores. Diante deste exposto o presente estudo apresenta uma analise de variáveis como o Humor, Bem-Estar e Fadiga e seus impactos sobre a produtividade de colaboradores do chão de fábrica de uma empresa de embalagens. O estudo desenvolvido fundamentou-se em uma estratégia quantitativa, de caráter descritivo, por meio de uma pesquisa de campo. Para análise e validação dos dados coletados optou-se pela utilização de ferramentas estatísticas como a análise de variância e regressão linear múltipla. Verificou-se ao final da pesquisa que apenas a variável humor influencia positivamente a produtividade dos colaboradores da empresa estudada, as demais variáveis analisadas apresentaram valor-p maior que 10% de probabilidade e coeficiente de determinação abaixo de 60%, não interferindo sobre a produtividade dos colaboradores. Um dos possíveis motivos das variáveis Bem-Estar e a Fadiga não apresentarem interferência sobre a produtividade, pode ser o fato da empresa trabalhar com metas, prêmios de produção e com supervisores no chão de fábrica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.