IATROGENIA MEDICAMENTOSA E SUA MERITÓRIA NA PRESCRIÇÃO MÉDICA

Josianne Romagnoli Silva

Resumo


Doenças ou complicações iatrogênicas são aquelas resultantes da intervenção do médico e/ou de outros profissionais da saúde, seja esta intervenção correta ou omissa, mas da qual resultam consequências prejudiciais para a saúde do paciente. As reações medicamentosas são a principal causa de manifestações iatrogênicas em todas as faixas etárias mas embora todos estejam sujeitos à riscos iatrogênicos estes são notadamente maiores nos idosos. Nesse contexto, o presente trabalho apresenta como tema a iatrogenia medicamentosa e sua meritória na prescrição médica com enfoque nos indivíduos idosos. Sendo seu objetivo reproduzir para a classe médica, as causas mais comuns da iatrogenia medicamentosa dentre o uso de medicamentos que devem ser evitados independentemente de condição clínica e os medicamentos que não devem ser usados a depender da condição clínica do paciente. A metodologia usada foi revisão bibliográfica, nos periódicos de 13 artigos obtidos através das principais bases de dados tais como, Medline, Lilacs(Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde), Scielo (Scientific electronic library on line) e Google Acadêmico, publicados no período de 2007 a 2018 e de dois livros conceituados em Geriatria. A partir desses trabalhos, foram selecionados os principais pontos para a construção do artigo e Oliveira et al.2016 concluiu a corroboração de conteúdo de 43 critérios de medicamentos que precisam ser evitados mesmo que a condição clínica do paciente não favoreça e 75 critérios que necessitam da avaliação da condição clínica dos idosos, além de que, o paciente idoso deve ser observado e estudado de maneira única, uma vez que há muitas variáveis que influenciam no seu desfecho clínico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.