LEUCEMIA LINFOIDE AGUDA TIPO B: RELATO DE UM CASO SEM TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA

Danielle Mendes Pinheiro, Marianne Romagnoli Silva, João Pedro Lima Trindade, Josianne Romagnoli Silva, Priscilla Silva Lima Simões, Renata Teixeira de Melo Diniz

Resumo


A Leucemia aguda é uma doença hematológica grave e de evolução rápida, mas é uma patologia passível de tratamento e muitas vezes eficaz. A maior frequência da doença ocorre em crianças e, quando acometidas em adultos, possuem pior prognóstico. A forma de acometimento é por meio de um tecido linfoide em proliferação que substitui o tecido normal da medua óssea, atrapalhando sua função normal. O caso relatado é de uma paciente que obteve o diagnóstico de Leucemia Linfoide Aguda tipo B, com os sintomas clínicos característicos. Os exames confirmatórios foram destacados e foi feito análise a fim de evidenciar o protocolo mais adequado para o caso. A paciente passou por tratamento quimioterápico com bons resultados desde a fase de indução, sem a necessidade de transplante de medula óssea.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, Sheyla Fernanda da Costa et al . Aspectos epidemiológicos dos casos de leucemia e linfomas em jovens e adultos atendidos em hospital de referência para câncer em Belém, Estado do Pará, Amazônia, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude, Ananindeua , v. 6, n. 3, p. 43-50, set. 2015 .

BUSATO, Mirela; et al. Protocolo mais utilizado no tratamento da leucemia linfocítica aguda na infância em hospitais de Porto Alegre. Revista Brasileira de Medicina, Porto Alegre, Grupo Editorial Moreira Júnior, p. 432, 2010.

CHAMONE, Dalton de Alencar Fischer. Et al. Clínica Médica: Doenças hematológicas, Oncologia, Doenças renais e geniturinárias. São Paulo: Manole, 2009.

CURRAN, Emily; STOCK, Wendy. How I treat acute lymphoblastic leukemia in older adolescents and young adults. US National Library of MedicineNational Institutes of Health. 2015. 125 (24): 3702-3710.

GOLDMAN, Lee; SCHAFER, Andrew I. Cecil Medicina. 24 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014.

HAMERSCHLAK, Nelson. Leucemia: fatores prognósticos e genética. J. Pediatr. (Rio J.), Porto Alegre , v. 84, n. 4, supl. p. S52-S57, 2008 .

HAMERSCHLAK, Nelson. Leucemia: fatores prognósticos e genética: Programa de Hematologia e Unidade de Transplantes de Medula Óssea, Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, 2008.

IKEUTI, Patrícia S.; BORIM, Leila NB; LUPORINI, Rafael L. Dor óssea e sua relação na apresentação inicial da leucemia linfóide aguda. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, 2006, 28.1: 45-48.

LAKS, Dani et al . Avaliação da sobrevida de crianças com leucemia linfocítica aguda tratadas com o protocolo Berlim-Frankfurt-Munique. J. Pediatr. (Rio J.), Porto Alegre , v. 79, n. 2, p. 149-158, 2003.

LAMEGO, Rosana M. et al . Transplante alogênico de células-tronco hematopoéticas em leucemias agudas: a experiência de dez anos do Hospital das Clínicas da UFMG. Rev. Bras. Hematol. Hemoter., São Paulo , v. 32, n. 2, p. 108-115, 2010 .

PRESTI, Paula de Figueiredo et al . Estudo epidemiológico de câncer na adolescência em centro de referência. Rev. paul. pediatr., São Paulo , v. 30, n. 2, p. 210-216, 2012 .

QUIXABEIRA, Valéria Bernadete Leite; SADDI, Vera Aparecida. A importância da imunofenotipagem e da citogenética no diagnóstico das leucemias: uma revisão da literatura. 2008. RBAC, vol. 40(3): 199-202.

SOUZA, Marcelo dos Santos. Estudo epidemiológico dos casos de leucemia linfoide aguda nas crianças e adolescentes tratados no centro de tratamento onco hematológico infantil. 2013. Dissertação (Saúde e Desenvolvimento) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

ZANICHELLI, Maria Aparecida; COLTURATO, Vergilio R.; SOBRINHO, Jairo. Indicações em transplante de células-tronco hematopoéticas em pacientes adultos com leucemia linfoide aguda. Rev. Bras. Hematol. Hemoter., São Paulo , v. 32, supl. 1, p. 54-60, 2010 .


Apontamentos

  • Não há apontamentos.