ATENÇÃO EM SAÚDE BUCAL PARA O DESENVOLVIMENTO DE PRÁTICAS DE ODONTOLOGIA PREVENTIVA: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Samantha Peixoto Pereira, Soraia Carvalho Caetano, Samuel Luiz Fonseca, Larissa Miranda Cordeiro, Andréia Almeida Mendes, Márcia Rodrigues Pereira

Resumo


A atenção em saúde bucal consiste numa prática de extrema relevância no contexto da saúde coletiva. Nesse sentido, as práticas de prevenção das doenças bucais surgem como alternativa eficaz para melhorar a saúde bucal da população. Faz-se necessário, então, adotar propostas de atendimento humanizado visando o bem-estar biopsicossocial. Atenta-se, também, para as possibilidades de refletir e considerar o desenvolvimento de ações educativas de saúde bucal que resultem nas possibilidades de impacto odontológico por meio de um atendimento que procure contemplar as necessidades inerentes de cada paciente, assim como o contexto no qual estão inseridos. Além disso, destaca-se, neste trabalho, a importância de apontar os aspectos educativos pertinentes para o desenvolvimento de práticas de saúde bucal no curso de Odontologia do Centro Universitário UNIFACIG, na cidade de Manhuaçu/MG.

 


Texto completo:

PDF

Referências


AQUILANTE, A.G. et al. The importance of dental health education for preschoolchildren. Rev Odontol UNESP, 2003; v. 32, n.1, p.39-45.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional de Programas Especiais de Saúde. Divisão Nacional de Saúde Bucal. Fundação de Serviços de Saúde Pública. Levantamento epidemiológico em saúde bucal. Brasil, Zona Urbana, 1998. Centro de Documentação do Ministério da Saúde, Brasília, 1999.

BRASIL. Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Coordenação Nacional de Saúde Bucal. Diretrizes da política nacional de saúde bucal. Disponível em: https://aps.saude.gov.br/ape/esus. Acesso em: 25.out.2019.

CARVALHO, G. A Saúde Pública no Brasil. Estudos Avançados. v. 27. São Paulo. 2013.

COSTA, H.; SOLLA J.; SUASSUNA, A. Diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal. Brasília, Ministério da Saúde. 2004.

FERREIRA, C. M. et. al. Ansiedade odontológica: nível, prevalência e comportamento. RBPS. 2004, v. 17, n.2, p. 51-55.

FERREIRA, A. B. de H. Novo Dicionário Aurélio da língua portuguesa. Curitiba: Editora Positivo, 2009.

GRANJA, G. F.; ZOBOLI, E. L. C. P. Gestão em redes e governança local. O Mundo da Saúde, São Paulo, v.36, n.3 p. 494-501, 2012.

GUERRA, C. T et al. Reflexões sobre o conceito de atendimento humanizado em Odontologia. Archives of Health Investgation, v. 3, n.6 p. 31-36, 2014.

MOTA, L.Q., FARIAS, D. B. L. M, Santos TA. Humanização no atendimento odontológico: acolhimento da subjetividade dos pacientes atendidos por alunos de graduação em Odontologia. Arq. Odontol. v.48, n.3 Belo Horizonte, jul./set. 2012.

MOTA, L. Q.; SANTOS, T. A.; MAGALHÃES, D. B. L. Humanização no atendimento odontológico: acolhimento da subjetividade dos pacientes atendidos por alunos de graduação nos campos de estágio. Revista Brasileira de Ciências da Saúde. João Pessoa, v. 16, n. 4, p 537-544, 2012.

PAULETO, A. R. C; PEREIRA, M. L. T; CYRINO, E.G. Saúde bucal: uma revisão crítica sobre programações educativas para escolares. Ciênc Saúde Coletiva. v. 9, n.1, p.121-130, 2004.

PINTO, VG. Saúde bucal coletiva. 4.ed. Santos, São Paulo, 2000.

SHENOY, R. P. ; SEQUEIRA, P. S. Effectiveness of a school dental education program in improving oral health knowledge and oral hygiene practices and status of 12- to 13-year-old school children. Indian J Dent Res. v. 21, n. 2, p. 253-259, 2010.

SOARES, E. F.; REIS, S. C. G. B.; FREIRE, M. C. M. Características ideais do cirurgião dentista na estratégia saúde da família. Trabalho Educação e Saúde. Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, p. 327-341,maio/ago. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.