TOCOTRAUMATISMO EM RECÉM-NASCIDOS

Ademir José Lorenzoni Filho

Resumo


Tocotraumatismo é a lesão provocada em consequência ao trabalho de parto. São várias as causas que expõem o recém-nascido ao trauma no momento de nascer; sendo a fase neonatal, a mais suscetível, devido à fragilidade desta. O tocotrauma concatenou-se à espécie de parto em recém-nascidos com idade gestacional abaixo de 37 semanas, ocorrendo em situações de maior incidência de complicação em partos realizados com fórcipe. Conforme a Organização Mundial de Saúde, somente 15% do total de partos retratam recomendação necessária de cesariana, isto é, encontram-se circunstâncias na qual a sua prática é essencial para a prevenção da saúde fetal e/ou materna. Os tocotraumatismos estão presentes em 2% a 7% dos bebês nascidos vivos, não sendo totalmente impedidos, mesmo com uma assistência médica qualificada e hábil; visto que, as lesões fetais podem acontecer também no processo gestacional. Este trabalho teve por objetivo identificar as lesões traumáticas que ocorrem ao longo da parturição e afetam o recém-nascido. Realizou-se uma revisão bibliográfica de cunho qualitativo para desenvolver o tema proposto. Discutiram-se os principais fatores que propiciam o trauma no bebê, apresentando os tocotraumatismos mais frequentes encontrados em recém-nascidos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.