LINFEDEMA SECUNDÁRIO DE MEMBROS INFERIORES: RELATO DE CASO

Amanda Soares de Carvalho Barbosa

Resumo


O linfedema é causado devido à insuficiência do sistema linfático e pode ser classificado em primário e secundário. O diagnóstico é sobretudo clínico e seu tratamento consiste em diminuir o edema do membro afetado e manter a integridade das estruturas. O estudo objetiva-se em atrair a atenção do leitor através do relato de caso referente a uma paciente portadora de linfedema secundário dos membros inferiores, além de acentuar as principais manifestações e formas relevantes de diagnóstico e tratamento dessa doença. A paciente relatou em ordem cronológica os acontecimentos, e as informações para discussão do caso foram obtidas através de trabalhos publicados no banco de dados da SciELO e Google Acadêmico, nos anos de 2001 a 2021. O estudo de caso refere-se à paciente G.A.B.T, portadora de linfedema dos membros inferiores secundário a tratamento de câncer do colo uterino, realizado em outubro de 2001. Após a paciente ser submetida às sessões de radioterapias, relata que observou edema persistente em membros inferiores e procurou o serviço de angiologia. Entretanto, apenas no início de 2003 foi diagnosticada com linfedema secundário dos membros inferiores em grau III (classificação de Mowlen). Em seguida, foi solicitado tratamento medicamentoso associado à terapia complexa descongestiva e acompanhamento de uma equipe de saúde. Contudo, a paciente apresentou infecções de repetição, causando piora considerável no quadro de linfedema e consequentemente menor mobilidade. O linfedema ainda é considerado uma doença subdiagnosticada clinicamente, acarretando deficiência do diagnóstico e tratamento, além de afetar a qualidade de vida dos pacientes e gerar aumento dos gastos com a saúde. Deve-se ressaltar também que o linfedema pode ser desencadeado em mulheres submetidas ao tratamento do câncer ginecológico. Logo, há necessidade de maior divulgação sobre o assunto, bem como de intensificar a importância do conhecimento e da qualificação de toda equipe de saúde sobre essa patologia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.