GRANULOMATOSE COM POLIANGEÍTE: UM RELATO DE CASO

Bruna Aurich Kunzendorff

Resumo


A Granulomatose de com poliangeíte, ou granulomatose de Wegener, é uma vasculite sistêmica granulomatosa necrosante pauci-imune, idiopática e rara, que agride pequenas artérias dos tratos respiratórios superior e inferior e rins, causando necrose e granuloma. A prevalência global é de 23,7 a 156,5 casos por milhão de habitantes e a taxa de incidência anual é de 3 a 14,4 por milhão de habitantes. A sua causa ainda é incerta e multifatorial. O acometimento dos órgãos pela patologia causa diferentes graus de comprometimento da capacidade funcional, que limitam a qualidade de vida destes pacientes. O diagnóstico baseia-se no quadro clínico, no exame anatomo-patológico dos órgãos envolvidos e na positividade do C-ANCA, e o tratamento baseia-se em terapia imunossupressora, com melhora substancial da sobrevida e das complicações. Neste trabalho é relatado e discutido o caso de uma jovem do sexo feminino admitida no Hospital de referência da região, diagnosticada, de acordo com critérios clínicos e laboratoriais, com Granulomatose com Poliangeíte, evoluindo o quadro rapidamente apesar de ser instituído o tratamento apropriado.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.