OS BENEFÍCIOS DO TAI CHI CHUAN NA PREVENÇÃO DE QUEDA EM IDOSOS

Lucas Almeida Moreira

Resumo


Quedas e suas consequências são um problema de saúde pública que se agrava com o envelhecimento populacional. As práticas integrativas complementares estão disponíveis para a população geral através do Sistema Único de Saúde, e conta com atividades promissoras para o fortalecimento e prevenção desses acidentes. Entre tais práticas está o Tai Chi Chuan, objeto de estudo neste artigo. Objetivos: O presente estudo busca, através de uma revisão de literatura do tipo sistemática, reunir evidências sobre os benefícios do Tai Chi Chuan na prevenção de quedas na população idosa. Metodologia: Uma revisão de literatura do tipo sistemática foi o método escolhido para concluir esse propósito. Foram selecionados 22 artigos disponíveis na base de dados PubMed, escritos em português, inglês ou espanhol e publicados entre janeiro de 2016 a março de 2021, utilizando os termos descritores em saúde Tai Ji, Accidental Falls, Aged e Elderly. Resultados: Além da prevenção de quedas, o Tai Chi Chuan demonstrou benefícios cognitivos e sociais. Também foi relatada diminuição do uso de psicotrópicos e menor dependência de apoios para deambulação. Conclusão: É uma prática eficaz e com baixos custos de aplicação. Demência severa e limitação de mobilidade comprometem a aplicação do Tai Chi Chuan. Faltam estudos nacionais recentes avaliando benefícios e aderência dos pacientes brasileiros.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.