ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO AO PACIENTE COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA: REVISÃO DE LITERATURA

Samuel Luiz Pereira da Fonseca

Resumo


Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), caracteriza-se por
uma mudança comportamental em que, as alterações surgem de forma precoce,
antes da criança completar três anos de idade e pode ocorrer em diferentes grupos
socioeconômico e étnicos. Tal condição ocasiona desordens que resultam no
comprometimento da pessoa autista em obter interações sociais devido à repulsa ao
contato, sendo eles de origens: físicas, visuais e/ou por comunicação verbal. O
paciente com TEA apresenta elevada suscetibilidade a se incomodar com diversos
barulhos, sons graves e apresentam comportamentos imprevisíveis, sendo este um
dos motivos que torna desafiador realizar o tratamento odontológico, estabelecendo
um padrão de comportamento particular. O atual trabalho consiste em uma revisão
de literatura baseado no levantamento de publicações acadêmicas sobre as
características da pessoa autista e o atendimento odontológico deste indivíduo.
Conclui-se que as contribuições e limitações das abordagens aqui apresentadas
são de suma importância, uma vez que, os estudos sobre o TEA e a odontologia
contribuem para expansões e reformulações de formas de melhoria durante o
atendimento e necessidades acerca da saúde bucal do paciente.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.