UTILIZAÇÃO DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA CONE BEAM PARA DETECÇÃO DE REABSORÇÕES E PERFURAÇÕES DENTÁ

Victória Kelly de Souza Assis

Resumo


Reabsorções dentárias são uma condição associada a processos fisiológicos ou patológicos – caracterizada pela estimulação e ação de células elásticas na superfície dentária, ocasionando a perda de dentina, cemento e/ou osso. Sendo classificada como interna, externa, interna/externa e por substituição, afetando as regiões cervicais, coronária, radicular lateral e/ou apical. As perfurações são descritas como a comunicação mecânica ou patológica entre os sistemas de canais radiculares e a superfície externa do elemento dental, motivada por reabsorção, cárie ou iatrogenias. O diagnóstico de reabsorções e perfurações está interligado a um exame clínico acurado e a exames de imagens que possuam magnificação de amplo aspecto. Deste modo, a tomografia computadorizada cone beam é um exame complementar importante no auxílio do diagnóstico de iatrogenias, possibilitando desmistificar a presença de perfurações e reabsorções dentárias. Este estudo é constituído de um relato de caso cujo tratamento foi iniciado na Clínica Integrada I do Centro Universitário UNIFACIG. Para melhor elucidação, foram feitas buscas das palavras-chave nas bases de dados SciELO, PubMed e Google Acadêmico. Assim, o objetivo deste relato de caso é salientar a importância e as atribuições deste exame no cenário odontológico, bem como auxiliar na detecção de reabsorção e perfurações dentárias.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.