TRATAMENTO ENDODÔNTICO EM DENTES COM NECROSE PULPAR E RIZOGÊNESE INCOMPLETA A PARTIR DA REVASCULARIZAÇÃO COM SCAFFOLDS BIOATIVOS: REVISÃO DE LITERATURA

Luiz Felipe Lacerda Perdigão

Resumo


Em relação aos dentes que estão diagnosticados com necrose pulpar e rizogênese incompleta, a conduta mais tomada e reconhecida na literatura atualmente é a do processo de apicificação. A apicificação é uma técnica que consiste na inserção de pasta de hidróxido de cálcio a longo prazo no interior do canal radicular, com objetivo de induzir a formação de uma barreira calcificada. Ainda que essa técnica tenha sido a mais utilizada nesses casos nos últimos anos, foi comprovado que a permanência desta medicação por longos períodos poderá levar a fragilidade das paredes radiculares, tornando-as propícias a possíveis fraturas. Diante dessa situação, os pesquisadores continuaram em uma constante busca por uma nova alternativa de tratamento, que possa tornar possível o desenvolvimento completo das raízes, de forma que elas não fiquem fragilizadas. O método da revitalização pulpar surgiu como uma nova alternativa da Endodontia Regenerativa, que tem como foco o tratamento de dentes diagnosticados com necrose pulpar e rizogênese incompleta. Esse procedimento utiliza técnicas que envolvem a indução da formação de um coágulo no interior do canal radicular e aplicação de pastas poliantibióticas, que objetivam a neoformação do tecido pulpar. Com isso a raiz terá condições de continuar seu desenvolvimento, tanto em comprimento, como em espessura, tornando-se mais resistente. Recentemente, também foram realizados estudos sobre os “Scaffolds”, que possuem a função de fornecer suporte ao crescimento celular, permitindo um melhor desempenho na regeneração. O objetivo desta revisão bibliográfica é apresentar uma literatura pertinente ao mecanismo de revitalização pulpar, bem como os principais desafios desse tema e abordar de forma geral o surgimento de outra alternativa regenerativa através das “scaffolds bioativos”.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.